Está pronto para votação no Senado Federal o Projeto de Lei PLC 122/2006. A proposta, iniciada na Câmara com o número PL 5003-B, de 2001, pretende punir como crime qualquer tipo de reprovação ao homossexualismo.

Além dos direitos previstos na Constituição para todas as pessoas, o homossexual, pelo simples fato de ser homossexual, ganhará privilégios.

O homossexualismo deixará de ser um vício para ser um mérito. E quem ousar criticar tal conduta, será tratado como criminoso.

Os primeiros a sofrerem perseguição serão os cristãos. Vejamos alguns exemplos:
– A proposta pretende punir com 2 a 5 anos de reclusão aquele que ousar proibir ou impedir a prática pública de um ato obsceno (“manifestação de afetividade”) por homossexuais (art. 7°).

– Na mesma pena incorrerá a dona-de-casa que dispensar a babá que cuida de suas crianças após descobrir que ela é lésbica (art. 4°).

– A conduta de um sacerdote que, em uma homilia, condenar o homossexualismo poderá ser enquadrada no artigo 8°, (“ação […] constrangedora […] de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica”).

– A punição para o reitor de um seminário que não admitir o ingresso de um aluno homossexual está prevista para 3 a 5 anos de reclusão (art. 5°)
O projeto, aprovado na Câmara em 23/11/2006, agora está em tramitação no Senado Federal. Mais especificamente, o projeto está para ser votado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). A relatora, Senadora Fátima Cleide (PT/RO), de parecer FAVORÁVEL à proposta em 7/3/2007.

O projeto está pronto para a pauta e poderá ser votado (e aprovado) a qualquer momento.
Se convertido em lei (com prometeu o Presidente da República em seu programa de governo), estará instaurada no Brasil uma perseguição religiosa sem precedentes causada pela tirania do homossexualismo. É possível que o projeto seja votado e aprovado ainda antes da vinda do Santo Padre ao Brasil.

Lamentavelmente, os brasileiros, incluindo as autoridades, não despertaram para a gravidade da situação.

Qualquer cidadão pode-se manifestar sobre o assunto com os senadores de seu estado, clicando em
http://www.senado.gov.br/sf/senadores/senadores_atual.asp?o=1&u=*&p=*
Amanhã pode ser tarde demais.

O texto do projeto pode ser visto em
http://www.senado.gov.br/sf/atividade/Materia/detalhes.asp?p_cod_mate=79604

MANIFESTE-SE USANDO O “ALÔ SENADO”

O procedimento é simples e gratuito.
Primeiro, tenha em mãos o número de seu CEP.
Depois disque gratuitamente 0800 612211
A telefonista do “Alô Senado” atenderá perguntando o seu nome.
Perguntará se é a primeira vez que você liga para o “Alô Senado”.
Depois, ela perguntará o número do seu CEP, a fim de fazer sua ficha, para novas ligações.
Feita sua ficha, ela anotará sua mensagem, que pode ser, por exemplo:

Quero que os senadores votem pela rejeição total do PLC 122/2006, que cria privilégios para o homossexualismo e instaura a perseguição religiosa no país

Depois de ter anotado com atenção sua mensagem, a telefonista perguntará a quem você quer enviar a mensagem.
Você pode responder: a todos os senadores do meu Estado (___)
E ainda poderá acrescentar: Quero que os senadores de meu Estado usem a tribuna para protestar contra o PLC 122/2006

É fácil e é grátis.
Ligue e ensine outros a ligar.
Coragem!

Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz
Presidente do Pró-Vida de Anápolis
Telefax: 55+62+3321-0900
Caixa Postal 456
75024-970 Anápolis GO
http://www.providaanapolis.org.br
“Coração Imaculado de Maria, livrai-nos da maldição do aborto”

Facebook Comments

Livros recomendados

Desconstruindo Paulo FreireBernardo de Claraval – Testemunha do seu tempo perante DeusJoana d’Arc – A Donzela de Orléans