Existem algumas denominações protestantes (principalmente aquelas que são autônomas ou não professam a crença na Santíssima Trindade) que batizam seus fiéis apenas “em nome do Senhor Jesus”. Isto é motivado por uma falsa compreensão dos Atos dos Apóstolos (problema visivelmente causado pela falsa doutrina da “Sola Scriptura”) que, ao dizer que os novos convertidos eram batizados em nome do Senhor Jesus, não significa que os apóstolos e novos líderes cristãos desobedeciam o mandamento de Jesus claramente expresso em Mt 28,19.

Muito pelo contrário, batizar em nome de Jesus significa, formalmente, batizar “em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”. É a Sagrada Tradição que dissipa quaiquer dúvidas que poderiam surgir a respeito:

 

  • “No que diz respeito ao Batismo, batizai em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo em água corrente. Se não houver água corrente, batizai em outra água; se não puder batizar em água fria, façai com água quente. Na falta de uma ou outra, derramai três vezes água sobre a cabeça, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo(Autor desconhecido, ano 90, Didaqué 7,1-3).

  • “Os que são batizados por nós são levados para um lugar onde haja água e são regenerados da mesma forma como nós o fomos. É em nome do Pai de todos e Senhor Deus, e de Nosso Senhor Jesus Cristo, e do Espírito Santo que recebem a loção na água. Este rito foi-nos entregue pelos apóstolos” (Justino Mártir, ano 151, I Apologia 61).

  • “Foi estabelecida a lei de batizar e prescrita a fórmula: ‘Ide, ensinai os povos batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo’(Tertuliano, ano 210, Do Batismo 13).

Facebook Comments

Livros recomendados

Ensaios Reunidos – Vol. IITemas Atuais Para PensarIdéias e Crenças