Artigos (por Jaime Francisco de Moura)

Soldado curado: um pastor e duas jovens tornam-se católicos

Por Jaime Francisco de Moura

Foi na primeira guerra mundial que o soldado inglês Jack Traynor tomou um furiosa rajada de metralhadora nas costas. Estilhaços de projéteis perfuraram seu crânio deixando uma abertura de cerca de 3 centímetros. Após melhorar seu estado de saúde, voltou ao campo de batalha sendo novamente ferido no pulmão e próximo ao coração. Houve uma brutal destruição de seus nervos impossibilitando o movimento das pernas e dos braços. Após cinco cirurgias por grandes médicos, foi declarado incurável. Foi-lhe concedida um pensão de 140%, porque o soldado Traynor precisava dia e noite uma enfermeira.

Ficou oito anos sem se locomover até que resolve ir a Lourdes, na gruta onde Nossa Senhora apareceu a Santa Bernadete, na esperança de ser curado de sua doença. Os médicos e familiares temem que ele não chegue com vida em Lourdes tamanha a gravidade de seu problema. O Dr. A. Vallet constatou paralisia radical, atrofia dos músculos, mão atrofiada em forma de garra, insensibilidade, abertura no crânio que era possível ver as pulsações e epilepsia. O soldado foi levado pelos voluntários em uma padiola e foi submergido nas águas milagrosas da gruta de Massabielle, local de fato onde Nossa Senhora apareceu, gritando de dor no contato com a água gelada foi retirado e levado de volta ao hospital. No mesmo dia vai assistir a procissão, deitado sob a padiola, o Arcebispo de Reims abençoar os doentes com o Santíssimo Sacramento, na vez de Jack Traynor, de uma minuto para outro sente um bem estar enorme e incrivelmente levanta-se de onde estava deitado. Médicos como Dr. Vallet; Drs. Azurdia, Finn e Marlei de Liverpool; Dr. Harrington de Preston; Dr. Moorkens de Amberes (Bélgica), constataram: Jack pode andar perfeitamente, recuperou a sensibilidade, e a abertura no crânio estava completamente fechada, tudo se deu instantaneamente.

Na Inglaterra Jack quis cancelar sua pensão de 140% porque já estava apto a trabalhar. Mas o Ministério das Pensões da Guerra não aceitou a cura tamanha era a gravidade de seu problema. Conclusão, continuou recebendo a pensão pelo resto da vida.

As duas jovens protestantes que o acompanharam a Lourdes converteram-se ao catolicismo. As famílias das duas jovens e o pastor anglicano da paróquia das jovens também se tornaram católicos.

Traynor trabalhou por 20 anos em uma empresa de carvão. Durante 22 anos, três vezes por ano ia a Lourdes e era um dos mais robustos voluntários para carregar os doentes.

 

Facebook Comments

Livros recomendados

A verdadeira história da InquisiçãoA ConfissãoO Homem Eterno

About the author

Católico Porque...

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.