Gostaria de testemunhar pra todos o que me fez retornar para a Única Igreja que Jesus Cristo fundou.

Sou de origem católica. Até a minha infância estive presente na igreja com muito entusiasmo, mas como todo mal católico, não soubera viver a fé que a verdadeira igreja ensinava durante vinte séculos, passei a freqüentar a igreja somente em casamentos, batizados, festas e etc. Até que num momento de dificuldade pessoal, fiz uma visita em uma igreja pentecostal onde uma grande amiga faz parte. Depois dessa experiência passei a freqüentar uma igreja neopentecostal, e passei a sentir um outro tipo de calor daquele povo. Lá fiquei quatro meses e me re-batizei em 04 dezembro de 2004. Até então a minha vida parecia transformada, e como todo bom evangélico comprei uma Bíblia de estudo, comecei a ler e sair tirando interpretações aleatórias de cada passagem e versículos achando que estava sendo iluminado por Deus. Ou seja, “Livre Exame” ou “Sola Scriptura” que traduzindo seria “Só a Escritura”.

Quando eu comecei a entender tudo que eu estava vivendo comecei a me questionar por que as igrejas evangélicas se contradizem entre si e muitas vezes são até hostil entre as mesmas. Descobri que no mundo são milhares e milhares de denominações diferentes e contraditórias, uma das outras. “Deus não é o autor de confusão”(I Coríntios 14,33). Eu estava em uma igreja evangélica que pertence ao grupo dos doze… Conhecia poucas coisas sobre a bíblia, sobre a igreja e o G12…”Sistema adotado pela igreja da visão celular” e busquei muitas informações; com minha então igreja e meu então disciplinador.

Queria saber sobre o G12 e por que um pastor se intitulava Apóstolo de Cristo com sua esposa Apóstola de Cristo. Queria um maior esclarecimento, mas tive muitas informações vagas sem fundamento. As dúvidas e questionamentos aumentavam a cada dia que passava até que decidi estudar tudo isso por minha conta em minha casa. Aproveitei bem o uso da tecnologia totalmente inspirado por Deus e tinha dia que eu ia até as 04 h da manhã pra acordar ás 06 h do dia seguinte. O cansaço físico era superficial em comparação a minha vontade de busca pela verdade (Jo 8,32).

Me re-batizei nessa igreja em dezembro de 2004 “como já havia falado antes”. No final de junho de 2005 eu já não freqüentava mais a mesma e fiquei buscando a Deus em minhas orações em casa, na hora de dormir, na cama, e na hora de acordar, na hora do almoço, dirigindo na rua etc… Com muita fé e sempre com a razão do meu lado comecei a estudar o protestantismo histórico, a origem de tudo. Li trechos do Livro de Martinho Lutero etc… Aprendi a diferenciar igrejas evangélicas tradicionais, igrejas evangélicas pentecostais, igrejas evangélicas neopentecostais e G12 que é uma ramificação do neopentecostatismo, que vivencia a teologia da prosperidade.

Busquei conhecimento sobre o que é teologia da prosperidade para entender por que existiam tantas igrejas que só sabe pedir dinheiro, etc… Essa Teologia tem uma argumentação bíblica (Jo 10,10) mais é contraditória, ou seja, um texto sem contexto. Aprendi também que nenhum versículo da bíblia se contradiz e esse carro chefe para essa doutrina é contraditório. Com todas essas informações passei a pensar com mais firmeza que Deus não pode ser autor dessas igrejas que se dividem e subdividem sucessivamente e sem controle às vezes por uma insensatez humana. Na bíblia têm vários conselhos como de São Paulo, por exemplo, “Rogo-vos, irmãos, que desconfieis daqueles que causam divisões e escândalos, apartando-se da doutrina que recebestes. Evitai-os. Esses tais não servem a Cristo nosso Senhor, mas ao próprio ventre. E com palavras adocicadas e linguagem lisonjeira enganam os corações simples” (Romanos 16, 17-18).

Descobri que o G12 não é aceito em boa parte do meio protestante. Até aí tendo muitas informações parei de ler um pouco os livros históricos e primeiramente comecei a esquadrinhar a Bíblia. 1º não abri a bíblia para começar a ler aleatoriamente, ou seja, “Livre Exame” como Martinho Lutero fez: Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Até mais ou menos 50 d.C. a tradição da Bíblia era feita oralmente. Descobri a participação extremamente importante da Igreja Católica para a formação da bíblia. Obtive informações bíblicas e da histórica de cada livro. E mediante isso comecei a ler a bíblia e conhecer a Igreja Católica onde eu pertencia mais não conhecia.

Sinto que hoje a cada dia que passa o caminho da verdade é caluniado por pessoas que interpretam a bíblia a seu modo, sem um magistério. Já no primeiro século São Pedro escreveu aos fiéis, advertindo-os:

“Assim como entre o povo (de Israel) houve falsos profetas, do mesmo modo haverá também entre vós falsos doutores, que introduzirão disfarçadamente seitas perniciosas. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atrairão sobre si uma ruína repentina. Muitos os seguirão nas suas desordens e serão deste modo a causa de o caminho da verdade ser caluniado” (2 Pd 2,1-2).

Através dessa exortação de São Pedro, nosso primeiro Papa, comecei a estudar a Igreja Católica.

Estudei mais de um mês as questões das imagens, os livros que os protestantes dizem ser apócrifos, batismo infantil, Papado, purgatório, inquisição, santos, entre outros assuntos que são a base do cavalo de calunias dos protestantes. Tive um grande amigo que é historiador e me ajudou muito sobre vários assuntos que se diz respeito a Santa Madre Igreja. Até que um dia as 03 h no final do mês de julho eu estava lendo as acusações protestantes sobre Maria e as afirmações Católicas sobre a mesma…. Até que Maria a Mãe de Cristo me visitou. Ela me disse: calma tudo vai ser esclarecido, confie no poder de Deus? chorei de frente ao computador igual a uma criança quando perde um brinquedo. Não deu outra hoje eu sou bem esclarecido.

Pensei que fosse ser feliz espiritualmente em uma igreja protestante, mais vi que tudo não ia ser completo, pois, quando estava na igreja havia uma união, mais quando acabava o culto via que a união era só lá dentro, pois tem muitos irmãos e irmãs que freqüentam diversos tipos de igrejas e se contradizem veemente. Muitos não honram a mãe de Jesus e deixam de lado o Quarto Mandamento “Honra Pai e Mãe”.” Deus não é o autor de confusão…”(1Coríntios 14,33)

Já na Igreja Católica nos Cinco Continentes a liturgia é a mesma e o Pão da vida que é renovado a cada Santa Missa “Eucaristia” é o mesmo aqui e em qualquer lugar do mundo seja de dia ou de noite e todos os dias a “Eucaristia” que é o corpo e Sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, está lá representando a unidade da igreja e sustendo-a durante Vinte Séculos. Isso é unidade e o testemunho da Escritura Sagrada mostra isso.

O Deus da perseverança e da consolação vos conceda o mesmo sentimento uns para com os outros, segundo Jesus Cristo, para que, com um só coração e uma só voz, glorifiqueis a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 15,5-6).permanecendo unidos Tende um mesmo amor, uma só alma e os mesmos pensamentos” (Filipenses 2,2). São Paulo nos ensina que Deus ressuscitou Cristo dos Mortos “pondo-o à sua direita nos céus” (Ef 1,20 “o constituiu como cabeça da Igreja. Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos”) (Ef 1,22-23). Cristo não pode ser a cabeça de tantas Igrejas contraditórias e até hostis umas com as outras.

A Igreja Católica é a única obra prima de Deus através de seu filho Jesus Cristo que deu a São Pedro missão de comandar sua igreja (Mt 16,18) que atravessa há séculos, tantas heresias, tantas perseguições. Durante os seus vintes séculos tivemos 21 concílios na Igreja e nem um assunto que o papa tenha decretado foi revogado por outro Papa, isso é um sinal de unidade e a presença real do Espírito Santo na Igreja de Cristo. “E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém” (Mt 28,20). Às vezes eu paro um pouquinho pra meditar essa passagem da bíblia e enxergo como isso é verídico, passarão impérios, reinados, guerras, etc… Mas a Igreja Católica Apostólica Romana está de pé. E é por isso que eu retornei para a ÚNICA igreja que Cristo fundou e quando ELE o Noivo voltar vai vim buscar sua Noiva, não várias noivas.

Gostaria de agradecer aqui em especial ao Prof: Felipe Aquino e Dom Estevão Tavares, pois, através de seus escritos eu pude conhecer a Igreja Católica. Agradeço também o: Centro Apologético Cristão de Pesquisas – CACP Pois puder ler a visão protestante sobre a Igreja Católica, li muitos de seus argumentos, Maria, Imagens, purgatório, papado entre outros. E pude ver que essas pessoas agem com emoção ao falar da Igreja Católica, caluniam Maria Mãe de Jesus aquela que pode dizer “sangue do meu sangue carne de minha carne”.

Agradeço ao Site Veritatis Splendor por ter me proporcionado conhecer um pouco mais sobre a Santa Igreja Católica e por ter me dado o prazer de ler os questionamentos protestantes serem refutados com tanta serenidade. (“estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”) (III Pedro 3,15). Este Apostolado ajudou-me a fortificar a minha decisão de voltar para a Igreja de Cristo Jesus e ficar perto da Eucaristia.

Fiquem com Deus.

Facebook Comments

Livros recomendados

Santa Francisca RomanaDoutor FaustoA Idade Média e o dinheiro: Ensaio de uma antropologia histórica