Artigos (por Carlos Ramalhete)

Tradução de Oração TL

Chegou-me às mãos uma “oração” escrita por um dos mais importantes nomes da heresia chamada “Teologia da Libertação”, que não é teologia e visa a escravização de todos. Segue a tradução desta aberração (original em negrito, tradução em texto normal):

“Senhor,
“Coletivo petista,

fazei-me instrumento de uma nova política
Ajudemos o PT a acabar com qualquer resquício de justiça neste país, e teremos uma “nova política”, em que se é a favor do PT ou se vai para o “paredón”.

Onde houver politicagem, que eu leve a política
Onde houver qualquer tipo de organização política a nível local, que a organização seja cooptada para servir de braço político do politburo do PT ou destruída

Onde houver impunidade, que eu leve o respeito à lei
Que tudo, inclusive a direção em que se deve escovar os dentes e o dia certo de cortar as unhas, seja regulamentado por decreto do PT. Quem quer que tente trabalhar honestamente ou agir por conta própria seja preso.

Onde houver corrupção, que eu leve a honestidade
Que só seja feito aquilo que foi decidido pelo “coletivo”, e tudo o mais seja objeto de campanhas de mídia, prisão e opróbrio geral.

Onde houver destruição da natureza, que eu leve a educação ecológica
Que os micos-leão-dourado, as moscas, os gambás do brejo sejam sempre colocados muito acima do ser humano. Que seja adorado “o que há em cima no céu, o que há em baixo na terra, o que há nas águas debaixo da terra” e a isso seja prestado culto..

Onde houver machismo, que eu leve a igualdade
Que a família seja devastada, as mulheres jogadas no mercado de trabalho, as crianças internadas em creches, que seja incentivado o “casamento gay”, o divórcio fácil, o aborto e o que mais ajude a combater a família.

Onde houver consumismo, que eu leve a vida sóbria e a austeridade
Que venham os “carnês alimentares” de Cuba (menos de mil calorias por dia).

Onde houver desemprego, que eu leve a dignidade do trabalho
Que todos se tornem funcionários públicos.

Onde houver doença, que eu leve saúde e saneamento
Que os médicos particulares sejam forçados a trabalhar para o SUS ou serão impedidos de trabalhar, como no Canadá e em Cuba. Quem reclamar será preso.

Onde houver analfabetismo, que eu leve a educação libertadora
Que os analfabetos sejam doutrinados e cooptados.

Onde houver favela, que eu leve a moradia
Que os mais pobres sejam comprados com barracos pré-fabricados muitíssimo piores que o que eles poderim fazer ou comprar caso pudessem trabalhar.

Ó Mestre
Ó Fidel

Fazei com que eu procure colocar mais ética na política do que interesses pessoais
Que o “coletivo” petista a tudo domine, e acabe completamente a livre iniciativa privada.

Que eu procure sempre lutar contra os velhos hábitos do autoritarismo, da busca de privilégios, do enriquecimento fácil, de fazer carreira, de usar o povo, em vez de servi-lo
Que os poucos políticos anti-petistas cujas carreiras não conseguimos demolir com nossas denúncias sejam presos ou ao menos arrancados da arena política.

Pois é doando-se, servindo, repartindo, promovendo os direitos de todos, sobretudo dos excluídos.
Usemos o nome dos pobres para instaurar uma ditadura do proletariado e eliminar qualquer liberdade que ainda exista no Brasil.

Ajudai-nos a edificar o Vosso Reino, Amém
Façamos do Brasil uma Cuba gigante. “Pátria libre o muerte!”

Facebook Comments

Livros recomendados

A Guerra dos CristerosO Banquete do Cordeiro (Cléofas)Sócrates Encontra Marx

About the author

Católico Porque...

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.