Não, porque não estando baseada em motivos religiosos – visto não reconhecer que Deus escreveu a sua Lei em nossos corações e deu-nos a luz da razão para chegarmos ao conhecimento da lei moral objetiva – não tem como afirmá-la senão por motivos subjetivos, distintos de outros ateus, de modo que se de fato age conforme a moral, o faz por causas meramente acidentais. Com efeito, normas abstratas de moral não têm como obrigar, já que demasiadamente impessoal.

Facebook Comments

Livros recomendados

O Homem EternoA Mentalidade Anticapitalista – 2ª EdiçãoO Inferno e Seus Tormentos