Espaço do Leitor

Pergunta: o movimento “emo” e a sua compatibilidade com a fé cristã.

[Leitor autorizou a publicação de seu nome no site]

Nome do leitor: Alex A. Borges

Cidade/UF: Patos de Minas – MG

Religião: Católica

Mensagem

========

A PAZ DE CRISTO aos irmãos do Veritatis Splendor!!!

Poderiam falar sobre o movimento Emo?!

Pelo que sei por alto desse movimento, é um estilo de comportamento juvenil incompatível com a fé cristã. Contudo gostaria de saber com mais detalhes sobre os motivos que o tornam incompatível com a fé cristã.

Cordialmente, Alex.

 

Caro Alex,

Que a graça e a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja conosco! 

Conforme pesquisa empreendida na internet (1), ao que tudo indica, Emo deriva-se da abreviação do termo inglês emotional (emocional) sendo originalmente um gênero de música derivado do Hardcore, oriundo de bandas americanas que compunham num lirismo mais emotivo que o habitual. É um estilo de música que tem uma estética associada, como o grunge e o Heavy Metal.

Os jovens adeptos desse “estilo emo” de viver geralmente vestem-se e tem gostos com características marcantes tais como: munhequeira, franja caída no rosto, alargador, piercing na boca, colar de bolinhas ou dadinhos, gravatinha, roupas pretas, mistura de delicados lacinhos no cabelo com as ousadas meias “arrastão”, usam maquiagem preta em redor dos olhos, gostam de curtir músicas melancólicas, depressivas, alguns chegam ao exagero de se auto-flagelar, cortando-se com giletes, gostam de exibir as cicatrizes, também cultivam idéias suicidas e falam de angústia e desespero, têm auto-piedade, introspecção, são extremamente dramáticos… Em suma, são jovens bem complicados, com padrão corpóreo meio andrógino. 

Tal “estilo de vida” é totalmente incompatível com a fé e moral cristã, pois a “religiosidade” associada a este tipo de movimento advém de alguma vertente da chamada “Nova Era”, de índole panteísta, imanente, relativista e sincretista, negando por completo a Revelação divina e a Sua Igreja.    

O uso de tatuagens por alguns de seus adeptos também não é nada compatível com o cristianismo, visto ser nosso corpo templo do Espírito Santo (cf. I Cor 6,15), devemos ter o devido respeito para com o mesmo, além do que a tatuagem originalmente ser algo associado à mentalidade mágica ou demoníaca:

“A tatuagem supõe mentalidade mágica ou o domínio do mago sobre forças superiores ou divinas – o que vem a ser exatamente o contrário da autentica atitude religiosa. Sua origem está nas crenças esotéricas e no mundo da magia” (AQUINO, Felipe. Falsas doutrinas: seitas e religiões. 2ªEd. Lorena – SP: Cléofas, 2002,p.200; PR nº 463/2000,p.574s).

O “rock’n roll” cultuado pelos Emo’s (e outros movimentos ligados à Nova Era) tem grande influencia satânica, a letra das músicas (com apologia a orgias, drogas e suicídio) e o nome das bandas deixam clara sua oposição ao Cristianismo, como por exemplo a Banda KISS cujo nome é a sigla de “Kings In Satan Service” (Reis ao serviço de Satanás). (cf. AQUINO, Felipe. Op. cit, p.205).

Sobre a utilização de piercings, além dos problemas de saúde que podem causar, não se coadunam com o proceder cristão, pois podem afetar negativamente o corpo e a saúde:

Do ponto de vista ético, a prática de piercings e afins só pode ser rejeitada, pois contribui para afetar negativamente o corpo e a saúde dos usuários. A lei de Deus manda preservar a vida” (BETTENCOURT, Estevão. Revista Pergunte e Responderemos nº. 533, novembro/2006, p.516).

Estes são em síntese os principais motivos que tornam o movimento “Emo” incompatível com a fé cristã, visto não seguir de forma alguma aos mandamentos do Senhor, rejeitando a Revelação divina e sua Santa Igreja Católica Apostólica Romana. Ademais o Senhor nos chama a sermos sal e luz no mundo (Mt 5,13-14), tornando-nos homens novos no Senhor (cf. Col 3,1-11; Ef 4,24).

"Tu és grande. Senhor, e muito digno de louvor […]. Tu nos fizeste para ti e o nosso coração não descansa enquanto não repousar em ti" (Santo Agostinho).

Esperando ter respondido a sua dúvida nos despedimos,

In caritate Christi,

Leandro

Maite   

 
_______________________________

Nota

(1)http://www.terra.com.br/jovem/falaserio/2007/04/26/000.htm ;

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Emo.

Veja também  O canto na missa segundo as normas do rito romano - teoria e prática