A absolvição de alguns pecados particularmente graves (como os punidos com a excomunhão) é reservada à Sé Apostólica ou ao Bispo do lugar ou aos presbíteros por ele autorizados, embora todo o sacerdote possa absolver de qualquer pecado e excomunhão a quem se encontra em perigo de morte.

Facebook Comments

Livros recomendados

Energia NuclearDo outro lado do rio, entre as árvoresComentário à Metafísica de Aristóteles IX–XII — Volume 3