Espaço do Leitor

Leitor quer saber se consumir bebidas alcoólicas é pecado

[Leitor autorizou a publicação de seu nome no site] Nome do leitor: Edson Rogério Moreira
Cidade/UF: Osasco / São Paulo
Religião: Católica

Mensagem
========

Caros Irmãos a Paz de Cristo e o amor de Maria estejam com todos vocês!

Eu tenho uma dúvida quanto a ingestão de bebidas alcoolicas como Cervejas e destilados.

No meu entendentimento que é muito pouco referente a palavra de Deus, eu diria que a ingestão de bebidas alcoolicas não devem ser feitas até chegar a embriaguez, sendo feita desta forma seria um pecado pois a pessoa além de esta cometendo um mal contra si mesmo, estara cometendo um mal para com outras pessoas, em relação de brigas e acidentes de todos os tipos.

Eu não encontro na Bíblia alguma passagem sobre este assunto que possa me tirar esta dúvida, pois eu ingeria Cerveja muito de vez enquando era muito raro, mas sempre me questionava sobre isso será que estou fazendo certo?

Se eu não me embriago estou fazendo corretamente ingerindo bebida alcoolica?

Com este questionamento eu parei de tomar qualquer tipo de bebida alcoolica, já me embedei algumas vezes em minha adolescência, mas comecei a questionar muito a minha fé o que eu estava fazendo de certo e de errado e uma das coisas que parei de fazer é beber mesmo que seja um copo de cerveja.

Caros amigos gostaria de ter uma base Biblíca sobre esta assunto para poder ficar mais perto do perdão e misericórdia do nosso Deus Todo Poderoso

Fiquem com Deus!!!

Caríssimo sr. Edson, estimado em Jesus Cristo,

O senhor nos pergunta sobre o uso de álcool e sua moralidade, bem como nos pede fundamento bíblicos, dando a entender que só com eles terás certeza do que Deus quer.

Comecemos de trás para frente.

Não é preciso ter “base bíblica” para tudo. Isso é doutrina protestante. O católico tem sua fé firmemente enraizada na Palavra de Deus escrita, claro, mas por causa da autoridade da Santa Igreja. Assim, nem tudo está na Escritura. Também a Tradição, que é a Palavra oral de Deus mediante os Apóstolos, depositários da Revelação, nos é fonte da doutrina. E tudo segundo o Magistério.

É a esse que devemos seguir, não a um genérico “fundamento bíblico”, que, isolado, faz surgir essa incontável maré de seitas dos mais variados matizes.

Sobre esse tema da Sola Scriptura, peço que o senhor se aprofunde nos seguintes artigos:

OS ERROS FUNDAMENTAIS DA SOLA SCRIPTURA

2TIM 3,16-17 E A “SOLA SCRIPTURA”

A AUTORIDADE BÍBLICA

A BÍBLIA COMO A “ÚNICA REGRA DE FÉ”

A BÍBLIA DISPENSA A TRADIÇÃO ORAL DA IGREJA?

A BÍBLIA É PALAVRA DE DEUS. POR QUE CRER NISTO?

A BÍBLIA OU A TRADIÇÃO?

A BÍBLIA NÃO PODE SER INTERPRETADA À MARGEM DA IGREJA

A ORIGEM DA FALSA DOUTRINA DA SOLA SCRIPTURA

DOIS CÂNONES: ESCRITURA E TRADIÇÃO

LEIA A BÍBLIA?

Feitas essas considerações, passemos à sua pergunta. É moralmente lícito consumir bebidas alcóolicas? Noutros termos: beber cerveja, vinho, cachaça, uísque, vodca, etc, é pecado?

Vamos ser claros e diretos: não, não é. Nunca a Igreja condenou as bebidas fermentadas e destiladas. Pelo contrário, incentivou o seu uso moderado. Os melhores vinhos foram desenvolvidos por monges. O mesmo em relação às cervejas. O espumante foi descoberto por um monge. Os licores dos mosteiros são os mais famosos do mundo. Milhares de santos utilizaram de várias bebidas com álcool e faziam consumo regular da mesma. O próprio Cristo não só fez do vinho a matéria para o sacramento do Seu Corpo e Sangue, como, em uma festa de casamento, em Caná da Galiléia, tendo acabado a bebida, garantiu ainda mais barris da mesma criando-a a partir da água, que nela se transformou.

O Catecismo da Igreja Católica é claro ao condenar só o abuso do álcool, não seu uso (cf. Cat., 2290).

Enfim, veja o senhor comentários mais aprofundados em relação a esse tema (e a outros dois, correlatos, como o do tabaco e das drogas) aqui: http://ultramontano.blogspot.com/2007/10/o-uso-do-tabaco.html É uma postagem minha, em meu blog.

Também o seguinte artigo é bastante esclarecedor:

DEUS PROÍBE O CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS?

Se o senhor quer deixar de beber álcool por mortificação, como um sacrifício pessoal a Deus por seus pecados ou pelos do mundo, é uma atitude louvável. Nunca, porém, por ser pecado (pois não é), nem por considerar que os que bebem são menos santos. Aliás, a virtude de abdicar de algo como mortificação só existe quando esse algo é lícito, é bom (ou neutro). Abdicar de algo ruim não é penitência, não é mortificação, mas obrigação.

Que Deus nos ajude, e a Santíssima Virgem sempre zele pelo senhor.

Em Cristo,

Veja também  Carta pastoral "a reconciliação e a beleza de deus"

Livros recomendados

30 Minutos Para Mudar o Seu Dia50 Dias com o Espírito SantoA caminho do céu





About the author

Veritatis Splendor