Por essa proibição figurou-se o que ocorreria a Jesus Cristo após a sua morte na Cruz: suas pernas não foram quebradas pelos soldados romanos, ao contrário do que ocorreu com os dois ladrões que foram crucificados na mesma oportunidade (cf. João 19,36).

Facebook Comments