Deus, criando o homem e a mulher, tinha-lhes dado uma participação especial na própria vida divina, em santidade e justiça. Segundo o projeto de Deus, o homem não deveria nem sofrer nem morrer. Além disso, reinava uma harmonia perfeita no próprio ser humano, entre a criatura e o Criador, entre o homem e a mulher, bem como entre o primeiro casal humano e toda a Criação.

Facebook Comments

Livros recomendados

Joana d’Arc – A Donzela de OrléansSenhor, Tende PiedadePolitização da Bíblia – As raízes do Método Histórico-Crítico e a secularização da Escritura (1300-1700)