Conheça Mais

O “Bom Ladrão” teria zombado de Cristo?

Por Matt Fradd

O bom ladrão, como é comumente chamado, é um personagem sem nome mencionado no Evangelho de Lucas, que foi crucificado ao lado de Jesus e pediu a Jesus que se lembrasse dele no seu reino. Ele é tradicionalmente conhecido como São Dimas.

Embora ele nunca fora formalmente canonizado pela Igreja, que se acredita ser um santo em virtude das palavras de Cristo: “Em verdade, eu vos digo, ainda hoje estarás comigo no Paraíso.” Seu dia de festa é 25 de março.

Quando cruzamos o relato da crucificação nos Evangelhos, podemos inferir algo muito interessante sobre São Dimas: que enquanto estava na cruz ele agredida verbalmente Jesus com o outro criminoso e também junto com a multidão antes de se arrepender e pedir para ser salvo.

Vejamos as Escrituras.

Dois Ladrões

Todos os quatro Evangelhos falam de dois criminosos que foram crucificados ao lado de Cristo:

“Então, dois ladrões foram crucificados com ele, um à direita e outro à esquerda” (Mt 27,38).

“E, com ele, crucificaram dois salteadores, um à direita e outro à sua esquerda” (Marcos 15,27).

“Os outros dois, que eram criminosos, foram levados para ser condenado à morte com ele …. Lá, eles o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda” (Lucas 23,32-33) .

“Os soldados foram e quebraram as pernas ao primeiro e ao outro que tinha sido crucificado com ele, mas quando chegaram a Jesus e viram que já estava morto, não lhe quebraram as pernas” (João 19,32 -33).

Zombando Jesus

Dois dos Evangelhos narram Jesus sendo zombado pelos dois criminosos:

“Os que iam passando blasfemavam dele, meneando a cabeça e dizendo: ‘Você que iria destruir o templo e construí-lo em três dias, salve-se! Se você é o Filho de Deus, desce da cruz”.

Veja também  Corre que o puritanismo vem aí!

“Assim também os príncipes dos sacerdotes, com os escribas e os anciãos, zombavam dele, dizendo:” Salvou os outros, ele não pode se salvar. Ele é o Rei de Israel;. Que desça agora da cruz, e acreditaremos n’Ele . Ele confia em Deus, deixe Deus livrá-lo agora, pois ele disse: “Eu sou o Filho de Deus ‘.” E os ladrões que foram crucificados com ele também o insultavam da mesma forma “(Mt 27,39-44).

“Aqueles que foram crucificados com ele também o insultavam” (Mc 15,32).

O ladrão se torna o “Bom Ladrão”

Até agora, vimos que havia dois criminosos crucificados de cada lado de Cristo e que em um ponto ambos estavam zombando dele. É no Evangelho de Lucas que vemos um dos ladrões repreender o outro e pedir para ser salvo:

“Um dos criminosos que estava pendurados blasfemava dele, dizendo: ‘Você não é o Cristo? Salve-se e nós! Mas o outro o repreendeu, dizendo: “Nem sequer temes a Deus, tu que sofres o mesmo suplício E nós, na verdade, com justiça;? Pois estamos recebendo a devida recompensa de nossos atos, mas ele não fez nada de errado.” E ele disse: ‘Jesus, lembra de mim, quando entrares no teu reino. “E ele disse-lhe: ‘Em verdade vos digo que, hoje estarás comigo no paraíso “(Lucas 39,43 23).

A partir disso, pode-se concluir que, em algum momento depois de São Dimas “zombar”, e, antes que ele pedisse a Jesus que se lembrasse dele no seu reino, ele se arrependeu. Que bela humildade São Dimas nos ensinou e quanta misericórdia teve Jesus.

A Oração a São Dimas

Glorioso São Dimas, você sozinho entre todos os grandes santos penitentes foi diretamente canonizado pelo próprio Cristo, você teve a garantia de um lugar no céu com ele “esse dia” por causa da sincera confissão de seus pecados a ele no tribunal do Calvário e sua verdadeira tristeza para ele como você pendurado ao lado dele naquele confessionário aberto.

Veja também  Natalia lópez moratalla: pesquisa com células embrionárias fracassou

Você que pela espada de impulso direto do seu amor e arrependimento fez abrir o coração de Jesus em misericórdia e perdão, mesmo antes que a lança do centurião o rasgou em pedaços, você cujo rosto estava mais perto de Jesus, em sua última agonia, para oferecer-lhe uma palavra de conforto, mais ainda do que a de sua amada Mãe, Maria, você que conhecia tão bem como orar, ensina-me as palavras para dizer a Ele para ganhar o perdão e a graça da perseverança, e você que estão tão perto Dele agora no céu, como você estava em seus últimos momentos na terra, orai a Ele para mim, que eu nunca vou abandoná-lo novamente, mas que no fim da minha vida eu possa ouvir-lhe as palavras que dirigiu a você: “Este dia tu estarás comigo no paraíso”.

Amém.

Traduzido por Tiago Rodrigo da Silva, para o Veritatis Splendor, do original em inglês “The Good Thief Mocked Christ?” do website catholic.com.