PARTE I
CONVITE PARA DEBATE

Caríssimo e amado irmão evangélico,

Acho que você está equivocado com a afirmação:

    “Existem dois tipos de católicos: um é aquele que procura ir atrás dos fatos, ele quer saber mais e mais, ele questiona, ele não é alienado às questões de seu próprio interesse, ou seja, ele está sempre procurando ver os lados, e é esse tipo de católico que acorda do sono do engano, e conseqüentemente, sai do engano.”

Realmente sou esse tipo de católico. Acordei para o catolicismo depois de profundos estudos com professores que foram à Terra Prometida estudar as Sagradas Escrituras em seu original. Percebi que depois que Lutero inventou o “Livre Exame” em 1517, entre outras heresias, contrariando o que está escrito em 2Pd,1,20 (“Nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal”) e também em 2Pd 3,15-16 (“Assim vos escreveu também o nosso caríssimo irmão Paulo, segundo a sabedoria que lhe foi dada, falando-vos dessas coisas, como faz também em todas as suas cartas. Nelas há, porém, alguma coisa difícil de compreender, que as pessoas pouco instruídas ou pouco firmes deturpam, como fazem também com as outras escrituras, para sua própria ruína”). Assim, indo contra as Sagradas Escrituras, ele criou uma heresia de onde surgiu a sua seita e mais de 40.000 diferentes, todas utilizando a mesma Bíblia, cada uma falando uma coisa diferente e todas se dizendo inspiradas pelo Espírito Santo. Como a sua seita, fundada em 1910 nos EUA e Brasil por D.Berg/G.Vingren, diz para guardar o domingo e os adventistas dizem para guardar o sábado? Este é apenas um exemplo. Note que a Bíblia é a mesma e só existe um Espírito Santo. E as outras 39.998? Quando você faz uma afirmação, logo diz “Está na Bíblia!”. E agora? Quem está certo? Todas as 40.000 dizem possuir a verdade… Verdades contraditórias e subjetivas? É. Lutero fundou a Igreja Luterana. Inspirado pela idéia de “Livre Exame”, Calvino fundou a prebiteriana e assim por diante até esse número de mais ou menos 40.000 hoje existente. Cada um que foi fundando a sua seita fazia porque não concordava com o “pastor” da igreja e hoje o verdadeiro ensinamento de Jesus está diluído nas seitas evangélicas. Apenas uma Igreja contém o integral do ensinamento de Jesus: A Igreja Católica Apostólica Romana.

Para eu descobrir isso, passei por uma época de minha vida que eu praticamente não tinha religião, era um quase ateu. De um certo modo isso me ajudou nos meus estudos porque não existia a emoção, a vontade bruta de provar que o catolicismo está certo. Assim, fiz uma análise imparcial, verificando quase todas as possibilidades (excluindo-se coisas relacionadas a espiritismo). A única Igreja onde encontrei argumentos sólidos e irrefutáveis foi na Igreja Católica.

Vi que não sou idólatra, pois nunca achei que Deus se encontrava numa estátua e se ela se quebrasse Ele “fugiria” dela. Nunca vi um católico dizer que estátua é Deus ou Santo Antônio é Deus ou a Virgem Maria é Deus, muito menos a própria Igreja ensinar isso. Com a sua idéia de idolatria seria semelhante a dizer que uma pessoa que teve a infelicidade de sua mãe falecer, ter uma foto dela e essa pessoa achar que a mãe está na foto. Também seria o mesmo que dizer que uma pessoa está falando com o telefone e não ao telefone. Essas imagens são apenas lembranças, justamente para nos lembrar que foram apenas seres humanos e não Deus.

“Há um só mediador…”. Um só mediador, é claro! Mas mediador NÃO É a mesma coisa que intercessor. Quando um menino pede alguma coisa para a mãe e essa vai pedir ao pai, a mãe está sendo mediadora. Quando esse mesmo menino pede diretamente ao pai mas pede que a mãe o ajude no pedido como: “Faça isso para o menino, ele é bonzinho!”, ela está sendo intercessora.

Por que infelizmente hoje existe essa confusão? Porque Satanás é o pai da mentira e da divisão. Você acha que ele quer ver aqueles que crêem em Jesus unidos? É claro que não. Ele sabe que se a cristandade se reunir novamente, aí sim teremos forças. Não são necessárias divisões, como a que Lutero fez e incentivou com o “Livre Exame”. Jesus sempre pregou a união. Uma união de irmãos. São Francisco de Assis também causou uma reforma na Igreja, mas nem por isso houve uma divisão. Ele foi pregar os ensinamentos de Jesus ao sultão e para provar a sua fé, ia se atirar na fogueira por vontade própria. Quando o sultão viu que ele realmente ia se jogar na fogueira, ordenou que parasse e disse: “Você não fez um cristão, mas com certeza fez um amigo”.

Para que você faça uma análise imparcial, é necessário que ela esteja sem influências da emoção.

Irmão evangélico, creio já ter escrito muito. Para maiores informações, visite o site do Agnus Dei. Não é a minha página, mas é a de um irmão católico que se converteu para a Assembléia de Deus e depois de estudos semelhantes aos meus, retornou à Igreja Católica. Convido-o a visitar também A Hora de São Jerônimo e o Ictis.

Isso não é uma resposta ao seu desafio, e sim apenas um convite para analisar com carinho, o mesmo carinho e amor de irmão em Jesus Cristo Filho de Deus Salvador que escrevi este texto. Minha intenção não é impor a doutrina católica, mas apresentar uma chance de análise imparcial do “outro lado da moeda”. Mais uma vez repito que escrevi este texto com todo amor e carinho e, desse mesmo modo, oro para que um dia possamos ver que os cristãos voltaram a ser um só.

“A Igreja é a Coluna e o Fundamento da Verdade” (1Tm 3,15).

Alexandre

Facebook Comments