[Leitor autorizou a publicação de seu nome no site] Nome do leitor: Viviane Teixeira Seidel
Cidade/UF: Pelotas/RS
Religião: Católica

Mensagem
========

Meu nome é Viviane Teixeira Seidel, tenho 32 anos e sou Bióloga. Tenho acompanhado as cartas enviadas pelo Sr. Dimas Galvão e as respostas veiculadas tanto por membros do Veritatis Splendor e de algumas leitoras, como eu. Quero expor minha opinião como leitora, católica e bióloga.

É no mínimo contraditório alguém alegar ser católico e aprovar o conteúdo pró-abortista que seria efetivamente veiculado no DVD da CF 2008. Um católico de verdade, fiel à Santa Madre Igreja e ao Papa e, consequentemente, fiel a Deus, não promove o discurso da morte.

Mesmo não tendo formação na área de saúde como um médico, enfermeiro, biólogo, entre outras profissões afins, não é difícil compreender que a vida começa no momento da concepção. Logo, aprovar ou aceitar que essa vida seja brutalmente assassinada é ir contra a moral, contra as virtudes, contra o 5º mandamento que diz “não matarás”.

Biologicamente falando, no momento em que os dois gametas, masculino e feminino se fundem, começa um novo ser. Esse ser tem um histórico de vida, tem características da mãe e do pai, mas tem uma identidade própria e exclusiva. Não é uma mera célula solta que irá se multiplicar, mas uma vida em formação, com sua informação genética, pronta a se desenvolver e crescer.

Será que essas pessoas feministas e abortistas já pararam para pensar que muitas dessas mulheres que se julgam capacitadas a “decidir”, escolhem tirar a vida não só de um ser, mas arriscam a sua própria? Muitas dessas mulheres morrem nas clínicas ou logo após o aborto por terem “decidido” matar.

Rezo para que essas pessoas, citadas pelo Sr. Dimas como sendo engajadas em prol do aborto, voltem à luz da Verdade, e reconheçam que “a vida é dom de Deus, de quem somos administradores”, e que devemos preservá-la sempre.

Facebook Comments

Livros recomendados

Por Trás da MáscaraAs crônicas de NárniaCientistas de Batina