Quando você se levantou pela manhã, eu havia preparado o sol para aquecer o seu dia, e o alimento para sua nutrição: Sim, eu providenciei tudo isso enquanto vigiava o seu sono, sua família e sua casa. Esperei pelo seu “Bom Dia”, mas você se esqueceu. Bem, você parecia ter tanta pressa que Eu o perdoei.

O sol apareceu, as flores oferece-ram o seu perfume, a brisa do manhã lhe acompanhou e você nem lembrou que Eu é que havia prepara-do tudo para você. Seus familiares sorriram, seus colegas lhe saudaram, você trabalhou, estudou, viajou, reali-zou negócios, alcançou vitórias…

…mas você não percebeu que eu estava cooperando com você e mais teria ajudado se você me tivesse dado chance… Eu sei, você corre tanto… Eu o perdoei. Você leu bastante, ouviu mui-ta coisa, viu mais ainda, e não teve tempo de ler ou ouvir a mi-nha palavra. Eu quis falar, mas você não parou para ouvir. Eu quis até lhe aconselhar mas você nem pensou nessa possibilida-de. Seus olhos, seus pensamentos, seus lábios, seriam melhores.

O mal seria menor em sua vida. A chuva que cai à tarde fo-ram minhas lágrimas por sua ingratidão, mas foram também a Minha benção sobre a terra para que não lhe falte o pão e o água. Findou o seu dia.

Você voltou para casa. Mandei a lua e às estrelas tornarem a noite bonita para lembrar-lhe Meu amor por você. Certamen-te agora, você vai dizer um “Obrigado” e um “Boa Noite”.

Psiu… está me ouvindo? Já dormiu.

Que pena ! Boa Noite, durma bem, eu fico velando por você.

Facebook Comments

Livros recomendados

EuLaques – Eutífron – vol. 6Filhos e Pais – Sabedoria e orientação para os pais