Não os tratavam manifestando um orgulho pessoal ou aceitação complacente. Muito pelo contrário, eles apontavam claramente os delitos cometidos pelos reis e povos, lançando-lhes na face, sem temor, as verdades mais humilhantes, procurando apenas obedecer a Deus e amando somente a verdade (cf. 1Samuel 15,17; 2Samuel 12,7; 24,13; 1Crônicas 21,11; 1Reis 14,7; 18,18; 21,19; 2Reis 1; 2Crônicas 16,7; 1Reis 22; 2Crônicas 19,1; 2Reis 3,13; 20; Jeremias 21; 22; 24; Daniel 4; 5; etc.).

Facebook Comments

Livros recomendados

Tibieza e os dons do Espírito SantoO que mais importa aprenderRecordações sobre Mons. Escrivá