Espaço do Leitor Respostas a Leitores (por Marcos Monteiro Grillo)

Dúvida sobre termo grego usado na Bíblia para a expressão “irmãos de Jesus”

Boa tarde, a paz de Cristo e o amor de Maria,
Minha dúvida é sobre a Sagrada Escritura, quando menciona “irmãos de Jesus”, Mc 6,3; Mc3,31-35; Jo 2,12; At 1,14, etc, sabe-se que o NT, exceto Mt, foi escrito em grego. Porém no livro de D. Estevão, Católicos Perguntam, na pg 34, item 3, diz que a ” lingua grega tinha vocábulo próprio p/ designar PRIMO (ANEPSIÓS). Por conseguinte, se o evangelho em grego diz Jesus teve ADELPHÓSI (irmãos), este termo há de ser entendido no sentido estrito de filhos do mesmo pai e da mesma mãe”. Assim, visitei um site que tem os evangelhos em grego http://dubitando.no.sapo.pt/NT.htm, e percebe-se que a palavra usada neste vocábulo, no NT, é ADELPHÓSI e não ANEPSIÓS. At 1,14, Jo 2,12, etc.
Como explicar? Me ajude nesta dúvida, por favor.
Com Deus (Thales)

Prezado Thales,

A paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

A sua dúvida diz respeito exatamente a uma das objeções abordadas por D. Estêvão em seu livro “Católicos perguntam”. Ora, o próprio D. Estêvão dá a resposta, na mesma página 34, imediatamente em seguida ao trecho que você citou:

“Respondemos que o linguajar grego do Novo Testamento supõe a língua semita em que o Evangelho começou a ser pregado; portanto, há de ser interpretado à luz dos termos semitas subjacentes aos vocábulos gregos respectivos. Adelphós traduz ah, e deve ser compreendido no sentido amplo de ah (= “irmão”, “primo”, “membro do mesmo clã”).”

Note que o trecho que você transcreveu não é propriamente uma afirmação de D. Estêvão, mas sim uma objeção comumente levantada pelos protestantes, à qual D. Estêvão dá a devida resposta.

Ademais, é sempre importante lembrar que nós, católicos, não só podemos como devemos confiar em tudo que o Magistério da Igreja ensina com a autoridade que lhe foi confiada pelo próprio Deus Filho. A Igreja jamais poderá ensinar o erro ou a mentira, pois fala em nome de Deus e com autoridade dvina, e foi precisamente para isso, ou seja, para ensinar a verdade aos cristãos, que a Igreja foi constituída por Nosso Senhor Jesus Cristo. Se a Igreja ensina que a Santíssima Virgem Maria não teve outros filhos além de Nosso Senhor Jesus Cristo, não há o que questionar.

“Roma locuta, causa finita est” – “Roma falou, causa encerrada” (Santo Agostinho, Sermão 131,10).

Recomendo, à guisa de complemento, a leitura dos artigos abaixo, publicados no site [do Apostolado Veritatis Splendor]:

  • A VIRGINDADE DE MARIA
  • DEBATE CATÓLICO-ORTODOXO SOBRE A IMACULADA CONCEIÇÃO
  • ENCONTRADO O OSSÁRIO DE TIAGO, IRMÃO DO SENHOR?
  • IRMÃOS E IRMÃS DE JESUS
  • JESUS TEVE IRMÃOS?
  • LEITOR PERGUNTA SOBRE A VIRGINDADE PERPÉTUA DE MARIA
  • LEITOR QUESTIONA ACERCA DE REPORTAGEM DA SUPERINTERESSANTE SOBRE CRISTO E MARIA
  • LEITORA PERGUNTA PORQUE OS PROTESTANTES ESQUECERAM MARIA
  • MARIA NA REFORMA PROTESTANTE
  • MARIA, SEMPRE VIRGEM
  • O EVANGELHO PROTESTANTE OU..O QUE OS PROTESTANTES ENTENDERAM
  • O SEPULCRO ESQUECIDO DE JESUS: UM ATAQUE MAL-FEITO À FÉ CRISTÃ
  • OS REFORMADORES PROTESTANTES E MARIA
  • PORQUE MUITOS PROTESTANTES ESQUECERAM MARIA
  • QUEM SÃO OS “IRMÃOS” DE JESUS?
  • RESPOSTAS AO TEXTO “MENSAGEM DIRIGIDA AOS CATÓLICOS”
  • TRÉPLICA “QUEM SÃO OS IRMÃOS DE JESUS?”
  • UMA DEFESA BÍBLICA DE MARIA

Fraternalmente,
Marcos M. Grillo


Livros recomendados

O Comunista Exposto1964 — O ELO PERDIDO – O Brasil nos arquivos do serviço secreto comunistaSócrates Encontra Marx






About the author

Católico Porque...