Amigos a paz de Cristo, gostaria que me respondessem a cerca de exorcismo, pois no catecismo diz que quem realiza esse exorcismo e um padre preparado, e o que vemos hoje em dia é a renovação dizer infelismente em muitos lugares que expulsa demonios daqui e dali, por ser eu catolico levando essa questão fazendo um comparativo com certa igrejinhas que usam de charlatanismos para ludibriar pessoas simples fiquem com Deus e perdoe se exagerei ñ tinha a intenção de ser grosseiro.

Caríssimo sr. Renato, estimado em Cristo,

Infelizmente, alguns ambientes católicos foram contaminados de certo protestantismo. Não nego, entretanto, que façam essas coisas em boa fé. Objetivamente, porém, atentam contra a doutrina da Igreja!

O exorcismo solene só pode ser feito pelo sacerdote indicado pelo Bispo, conforme o Ritual Romano diz em suas rubricas. O que um fiel pode fazer é rezar para que uma pessoa seja liberta do demônio, seja auxiliando um sacerdote exorcista em uma sessão oficial e litúrgica do exorcismo, seja em suas preces privadas. No próprio Pai Nosso, pedimos “livrai-nos do mal”.

O erro de alguns grupos está em praticar essa oração por libertação, que deveria ser privada, em público, a ponto de confundi-la, na prática, com o exorcismo da Igreja. Aliás, entre a prece por libertação e o exorcismo há uma diferença gritante, uma vez que este roga a expulsão do demônio que possui uma pessoa, ao passo que aquela pede a Deus que livre alguém da mera influência ou obsessão diabólica.

Para melhor entender os fatos aqui narrados, leia, por favor, a Instrução sobre o Exorcismo, da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé, editada na época em que o Cardeal Prefeito da mesma era o atual Sumo Pontífice, Bento XVI. Ela está no site do Vaticano e também aqui no Veritatis Splendor, em https://www.veritatis.com.br/article/1776

Obrigado por escrever-nos.

Em Cristo,

Facebook Comments

Livros recomendados

Doutor FaustoCanções e ElegiasRetorno e Saída