Amados Irmãos  Paz e Bem!

Tenho conhecimento de um caso no trabalho, que uma colega Evangélica está com pneumonia e ficou muito ruim de uma hora para outra, e em uma corrente de oração da casa dela, mostrou que a doença é proviente de uma bruxaria de uma pessoa no trabalho, conscidência ou não, uma outra colega que é Espírita que também trabalha comigo  já tinha me falado disso, que tem uma “bruxa” no escritório, e ela sabia quem era e me disse o nome, sendo que no dia anterior a doença dessa colega Evangélica, ela tinha recebido uma bala da suposta “bruxa”. e agora? essas revelações uma é do Espírito de Deus e outra Espiritismo, existe realmente bruxaria? ou feitiçaria?, também tenho observado que os Evangélicos tem feito muitas revelações com algumas riquezas de informações, as vezes bem parecido com os Espiritas,  até descarregos algumas fazem!. Sou Católico Graças a Deus!. e não vejo revelações desse tipo; mas que tipo de revelações podemos identificar com de Deus?


Prezado Luiz, a Santa Paz!

Dons naturais, preternaturais e sobrenaturais

Para lhe dar esclarecimento primeiro devemos distinguir os tipos de dons dados por Deus às suas criaturas.

Os dons naturais são aqueles que fazem parte do curso ordinário da natureza. A inteligência, a faculdade de se criar coisas, a medicina e etc. São dons resultantes da operação ordinária da natureza.

Existem os chamados dons preternaturais. Preternatural significa fora ou além do curso ordinário da natureza, mas que ainda pertencem a ela. São os dons que possuíam Adão e Eva antes do Pecado Original e que possuem os anjos (também os demônios, pois são anjos decaídos, mas são anjos…). A cura de um câncer, se evitar que uma roda com parafusos frouxos saia de um carro, são exemplos de ações além do curso ordinário da natureza.

Uma analogia para ajudar no entendimento. Uma roupa molhada que seca no varal pela ação do vento, nada mais é que resultado de uma ação normal da natureza (por isso diz-se natural). Se eu pego esta roupa e a coloco para secar em uma secadora, a sua secagem não é resultado de uma ação normal da natureza, mas de uma ação extra-ordinária. Assim como eu posso intervir e fazer a roupa secar mais rápido, um ser espiritual também pode intervir na natureza. Esta sua capacidade de intervenção é que estamos chamando dons preternaturais.

Muitas vezes somos levados a achar que manifestações preternaturais sejam sobrenaturais.

Sobrenatural significa algo que está totalmente fora e qualquer do domínio da natureza. Somente Deus é capaz de ações sobrenaturais. Embora um anjo possa ajudar a curar uma pessoa de um câncer, ou impedir que uma criança se afogue no mar, ele não pode criar um olho onde não há um, ou ainda criar todo um sistema auditivo onde não havia. Estas ações pertencem somente a Deus e aí é que estão os verdadeiros milagres.

Deus está onde está a Verdade

Muitas vezes as pessoas vêem nas manifestações preternaturais obras de Deus. Esse é o primeiro dos enganos. Este erro comum não é de hoje, mas muito antigo:

Ora, havia ali um homem, por nome Simão, que exercia magia na cidade, maravilhando o povo de Samaria, e fazia-se passar por um grande personagem. Todos lhe davam ouvidos, do menor até o maior, comentando: Este homem é o poder de Deus, chamado o Grande. Eles o atendiam, porque por muito tempo os havia deslumbrado com as suas artes mágicas” (At 8,9-11).

Deus não é um exibicionista. Cristo curou o cego sem fazer espetáculo. Não precisou de câmara escura e nem demoradas evocações. Simplesmente “cuspiu no chão, fez um pouco de lodo com a saliva e com o lodo ungiu os olhos do cego” (cf. Jo 9,6).

Saberemos se um prodígio vem de Deus se a mensagem a que ele remete está em pela harmonia com a Sua mensagem. Este é o antigo ensinamento do deuteronômio: 

Se se levantar no meio de ti um profeta ou um visionário, anunciando-te um sinal ou prodígio, e suceder o sinal ou o prodígio que anunciou e te disser: vamos, sigamos outros deuses que te são desconhecidos e prestemos-lhes culto, tu não ouvirás as palavras desse profeta ou desse visionário; porque o Senhor, vosso Deus, vos põe à prova para ver se o amais de todo o vosso coração e de toda a vossa alma. Seguireis o Senhor, vosso Deus, e o temereis; observareis seus mandamentos, obedecereis à sua voz e o servireis com muito zelo” (Dt 13,1-4).

Desta forma, podemos ver que prodígios também acontecem no meio do erro, e servem para provar a nossa Fé. Os protestantes e os espíritas crêem que os eventos que lá sucedem são a assinatura de Deus às suas confissões. Pode Deus ser tão contraditório assim? Pode o Espírito Santo dar uma revelação em uma seita e outra totalmente diferente na outra? Infelizmente há frentes protestantes que ainda querem justificar a total divergência doutrinária que há no Protestantismo… Ora, prezado, as “revelações” e “curas” que existem no meio do erro nada mais são que ações preternaturais oriundas de demônios, ações estas que não diferem daquelas existentes entre os antigos pítons e necromantes do AT.

Estas ações dependendo onde se manifestam recebem diversos nomes como bruxaria, espiritismo e por que não dizer pentecostalismo?

A Igreja Católica sempre viu surgir e desaparecer estes pretensos profetas, desde Simão Mago até os nossos dias. Todos eles passam. Uns vão e outros vêm. A Verdade sempre esteve e sempre estará no seio do Catolicismo.

Temos ao nosso favor o testemunho dos primeiros Cristãos e da Escritura em sua inteireza. Só no Catolicismo acontecem ações sobrenaturais (não confundir com preternaturais) e há verdadeiros profetas. Basta comparar para certificar-se disto.

Infelizmente para muitos falta ainda o bom sendo que é a bússola da razão. E sem a razão não é possível aderir à Verdadeira Fé. Como nos ensinou o maior Doutor da Igreja: “A Fé é a adesão da Razão à Verdade Revelada” (Santo Tomás).

Em Cristo Jesus,

Prof. Alessandro Lima.

Facebook Comments