Ó Deus dos espíritos e de toda a carne,
que vencestes a morte, aniquilastes o diabo e destes a vida ao mundo;
Vós, ó Senhor, concedei à alma do Vosso servo N. defunto
o descanso num lugar luminoso, num lugar verdejante, num lugar de frescura,
onde não há sofrimento, dor e gemidos.

Porque sois um Deus bom e misericordioso,
perdoai toda a culpa por ele cometida em palavras, obras ou pensamentos,
uma vez que não há homem que não peque,
que só Vós sois sem pecado,
a Vossa justiça é justiça eterna e a Vossa palavra é a verdade.

Vós que sois a ressurreição, a vida e o repouso do Vosso servo N. defunto,
ó Cristo nosso Deus, nós Vos damos glória,
em comunhão com o Vosso Pai ingénito
e com o Vosso santíssimo bom e vivificante Espírito,
agora e sempre e pelos séculos dos séculos.

Descanse em paz.
Amém.

Facebook Comments

Livros recomendados

Bernardo de Claraval – Testemunha do seu tempo perante DeusA Educação Superior e o Resgate Intelectual – O Relatório de Yale de 1828A viagem de Bediai