Alguns leitores nos têm escrito pedindo ajuda para conversar com os sacerdotes no sentido de implementar a Missa em latim no maior número possível de igrejas.

Esses leitores compreendem bem a situação. Não pedem apenas a Missa em latim segundo a forma extraordinária (rito tridentino, tradicional, de 1962, recentemente liberado pelo Papa), mas também a Missa segundo a forma ordinária (pós-conciliar, moderna) em latim. De fato, já demonstramos em nosso site que mesmo a chamada “Missa nova”, de Paulo VI, pode ser celebrada em latim: A confusão entre “missa em latim” e o rito tridentino

Também fizemos um pedido para que a Missa no rito atual pudesse ser mais largamente celebrada no idioma latino: Pela “Missa nova” celebrada em latim: como deseja o Papa! Enfim, proporcionamos, aos que quiserem, a oportunidade de comprar Missais em latim, tanto de uma forma quanto de outra: Adote um sacerdote! Dê-lhe um Missal em latim! 

Contudo, alguns ainda fazem confusão, e pensam que a Missa em latim se refere apenas à Missa no rito tridentino, na forma extraordinária do rito romano. Alguns padres assim também pensam, e, não querendo celebrar esse rito, ou não havendo procura dos fiéis, deixam de usar o latim mesmo nas Missas conforme o rito atual.

Para ajudar os nossos leitores e também os reverendos clérigos, apresentamos aqui uma carta, que deve ser impressa e levada aos párocos, reitores de igreja, capelães, diretores espirituais e todos os sacerdotes, para que em suas comunidades celebrem, mais largamente, a Missa em latim, quer na forma extraordinária (autorizada pela Summorum Pontificum ), quer na forma ordinária (nunca impedida ou restringida pela Igreja, e, além de explicitamente autorizada pela Redemptionis Sacramentum e pelo Código de Direito Canônico, recentemente incentivada pela Sacramentum Caritatis).

Esperamos que ela seja útil a todos!

Pelo latim na liturgia! 

 

Facebook Comments

Livros recomendados

Dispersão & Outros Poemas (18)O Anticristo: Mito ou Profecia?O Canto do Violino – E Outros Ensaios Inéditos