vcs criticam autores evangelicos que vcs dizem ser evangelicos,com criticas e comparações completamente absurdas e sem o minimo entendimento e revelação das sagradas escrituras,e criticam os proprios catolicos que não concordam com vcs,essa é uma atitute nazista e comunista onde aliberdade individual não é respeitada.vcs mataram mais que ritler através da inquizição,vcs mataram e robaram riquezas e terras,através tb dos idultos,vcs fizeram e continuam fazendo coisas terriveis através da istoria,na bandeirante foi mostrado uma reportagem sobre uma instuição catolica onde moças inocentes são aliciadas para se tornarem um tipo de freiras e acabam escravizadas,martirizadas etc,e quando querem sair são repreendidas e sendo obrigadas a tomar até drogas(calmantes). Fui batizado em uma igreja ortodoxisa,minha familia era quase toda catolica,estudei quase 15 anos em escolas catolicas,e vou lhes dizer uma coisa agreço a Deus por ter tido uma revelação verdadeira e honesta das escrituras que me levaram a fazer parte do verdadeiro povo de Deus .A antes que eu me esqueça aviso a todas as pessas que tenham filhos e filhas cuidado com os padres pedofilos e as suas impunidades.

Miguel José Neto

Caríssimo e dignísimo José, salve Maria!!!

Para encetar um proveitoso diálogo é preciso lhe informar que, não obstante os erros crassos de português e sintaxe (produto, provavelmente, da comoção durante a escrita), o irmão incorre em todos os lugares comuns de todas as críticas precipitadas e inconsistentes (produto, provavelmente, da falta de formação e informação) que lançam sobre a Igreja.

Não cabe aqui uma refutação e instrução pormenorizada devido ao espaço reduzido, mas exorto a ti implementar uma pesquisa séria e isenta, sem particularismos, sentimentalismos e voluntarismos, em nosso site. Lá poderá encontrar vários artigos, estudos e ensaios sobre todos os tema a que aludes na sua carta.

Espero, com o coração esperançoso, que seja para ti um bálsamo e apazigue a sua alma com o encontro do Salvador, Cristo Jesus, e de Sua Igreja, Uma e Única.

Aproveitando a oportunidade tentarei, mesmo que precariamente, responder alguns pontos que abordas em sua missiva.

A catolicidade da Igreja, isto é, a sua univeralidade, reside na sua apostolicidade, isto é, na contínua transmissão das ordens apostólicas através do tempo pelo seu corpo eclesial. Não obstante a identidade de seu centro, de seu ponto focal, Roma (o Vigário de Cristo, o Papa), a Igreja detém, preserva, propaga e amplia o tesouro de Cristo pela mútua fecundidade da Tradição e do Magistério.

A Escritura Sagrada, a Bíblia, fruto doce da interação entre Magistério e Tradição, flor da pregação evangélica, é patrimônio da Igreja: realizada com o fim de fixar os conteúdos de fé contra todo erro, usurpação e “interpretação”.

Para aquém da liberdade louca, suicida e homicida, para além das cadeias dos subjetivismos viciados, a Igreja salva a ortodoxia do entendimento são e santo da Bíblia.

Esse atirar-se sôfrego e despreparado por sobre a Bíblia cria problemas de interpretação sérios, tais como: sensação de pertencimento à Tradição simplesmente pelo apego a letra do texto sacro; “achismos” e feroz defesa de “opiniões”; estilhaçamento do núcleo comum do Magistério com o profusão centrífuga de “pontos de vista”; deterioração da Tradição pela adoção de revisões sucessivas e “atuais”; necessidade compulsiva de desdizer e negar as verdades da Igreja; desprezo pelas regras elementares da lógica e do senso comum; inveja do patrimônio espiritual da Igreja com recorrente apelo a “argumentos” emotivos; etc etc etc…

Isso sem falar nas mutilações interpretativas perpetradas, instiladas e estimuladas por esses “evangélicos”…

Posto isso, só há Uma e Única Igreja que, real (tanto no sentido de verdadeira quanto de régia) e definitivamente, pode ser chamada de evangélica, posto que fiel depositária deste legado: a Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana.

Irmão, a sua confusão, atribuindo culpas inexistentes, relacionando fatos e dados de maneira caótica é bem típico daqueles que, como você afirmou, “pesquisa e atesta” a última palavra em história, sociologia, política, eclesiologia, relações humanas e internacionais pelos programas de televisão… Francamente!!!, você acha que isso, a televisão e essa [anti]cultura podre, é fonte confiável, é fonte segura para afirmar e defender alguma coisa?! Você não desconfia dessa unânimidade que a tudo põe em dúvida e se auto-titula como detentora da verdade, mesmo trombeteando que tudo é relativo?!

Irmão meu, como diria Georges Bernanos: “Nunca desconfiamos o suficiente de nós mesmos…”. Quantos livros você leu sobe cada uma dos temas que mencionou?! E foram muitos… Quanto anos tem para afirmar, “do alto de sua experiência”, a verdade de algo após um longo período de estudos, meditação e contemplação?!

Amigo, para iniciar, recomendo a leitura dos seguintes textos:

www.accio.com.br/Nazare/1946/h-opusc.htm

www.hottopos.com/mp3/de_modo_studendi.htm

Após escavar fundo a piedade em nossas mentes e corações, criando aquela abertura necessária que nos torna capaz de Deus pela humildade sincera e verdadeira, creio que estarás apto a retornar a Casa de Deus: A Santa Madre Igreja.

Que Deus lhe abençoe e ilumine neste feliz retorno; como diz aquele ditado popular: “O bom filho à casa torna”!!!

Nos corações de Jesus, Maria e José;

MMLP

Facebook Comments