A Palavra de Deus

É possível viver a castidade? Sim, é!

Autor: Matt Fradd.

“Há um caminho que parece certo ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte” (Provérbios 14,12).

A pornografia, masturbação, adultério, fornicação, etc… pode parecer certo, mas eles trazem infelicidade nesta vida e, se a pessoa morre impenitente, a condenação lhe aguarda na próxima.

Querendo ouvir as novidades

Em sua segunda carta a Timóteo, São Paulo escreveu: “Porque o tempo está chegando quando as pessoas não suportarão a sã doutrina, mas querendo ouvir as novidades, amontoarão para si doutores para atender os seus próprios gostos” (2 Tm 4,3).

Vamos ser honestos. Muitos de nós, inclusive eu, pode cair na tentação de ouvir apenas a palavras suaves de encorajamento, palavras que se podem precisam se ouvir depois de uma queda, mas não antes. Para muitos de nós, é hora de acordar!

Em seu livro “Santos no Mundo”, o padre Jesus Urteaga oferece uma palavra amiga á um amigo que tinha desistido de viver a castidade; Ele escreve:

Mas algum tempo depois, nos encontramos novamente. Você está completamente mudado. O que aconteceu com você?

Onde é que está a energia, o amor que você tinha, o entusiasmo, o vigor com o qual você começou?

Você me vê ao longe, e você fala comigo só com o seu silêncio e olhos baixos.

Na última vez que você teve coragem de falar, você deixou escapar alguma explicação ridícula: “Foi apenas um erro, um erro infantil … ser casto é muito difícil eu não posso fazer isso!”

Bem, em resposta a tais razões absurdas, tais argumentos bobos, tudo o que posso dizer é que, seu covarde!

Seus olhos chamam e você olha para mim, mas eu não tenho medo de dizer isso novamente. Seu covarde! Você não pode-o que quer dizer é que você não quer! Com pessoas como você, o cristianismo teria morrido muito antes do tempo das catacumbas! . . .

Eu estou dizendo a você agora: há obrigações que não podem ser evitadas, independentemente de quão desanimado ou desencorajado você pode estar.

Para aqueles que pensam que este conselho é muito difícil, ou que as normas estabelecidas pela Igreja são demasiado elevadas, ele diz o seguinte:

Ok, continue com o que está fora de foco, a vida inútil de vocês. Deixe seu fluxo de sentimentos superá-lo, como de costume na hora de se levantar.

Vá para a cama todo tempo, sempre que acontecer de você sentir como ele. Não fazem nenhum esforço para formar um plano de vida. Desperdiçam o tempo como de costume. Gastam tanto tempo quanto pudom em atividades ociosas.

Deixe seus olhos repousam sobre qualquer coisa que eles percebem, deixem sua imaginação vagar livremente, e covarde e preguiçoso que você é, você vai logo ver o quão grande são as portas do inferno.

Três verdades sobre a tentação sexual

1. Não há meio termo. Animal ou santo: escolha! – Fr. Jesus Urteaga.

2. Diga ao seu corpo: “Eu prefiro mantê-lo em escravidão de ser eu mesmo seu escravo.” – São Josemaría Escrivá.

3. Nunca desespere. Lázaro estava morto e decadente:. . . “agora ele vai sentir o cheiro, este já é o quarto dia”, Marta disse a Jesus. Se você ouvir a inspiração de Deus e segui-la-“Lázaro, vem para fora!”, Você vai voltar à vida. – São Josemaria Escrivá.

Traduzido por Tiago Rodrigo da Silva, para o Veritatis Splendor, do original em inglês“Oh, Chastity Is Too Hard? Man Up!” do site catholic.com.


Livros recomendados

Catena Aurea – Vol. 2 – Evangelho de São MarcosAs Cartas de São Paulo aos Gálatas e aos Efésios – Cadernos de estudo bíblicoOrtodoxia (2a edição)

About the author

Veritatis Splendor