Para dar início à sua vida pública e antecipar o «Batismo» da Sua morte: aceita assim, embora sendo sem pecado, ser contado entre os pecadores, Ele, «o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo» (João 1,29). O Pai proclama-O Seu «Filho predileto» (Mateus 3,17) e o Espírito desce sobre Ele. O batismo de Jesus é a prefiguração do nosso batismo.

Facebook Comments

Livros recomendados

Filhos e Pais – Sabedoria e orientação para os paisOnde está o meu Deus?Os anjos na vida dos santos