Os dois querubins formavam como que o trono de Deus, manifestando não só a Sua Onipotência como também o império que Deus exerce sobre todas as criaturas, inclusive os anjos. Com efeito, sempre que a Bíblia representa a majestade de Deus, o faz dizendo que Ele encontra-Se rodeado por Seus anjos, os quais são seus ministros (cf. Isaías 6; Daniel 7; Apocalipse 4; 5). Para os cristãos, os dois querubins figuram também o Antigo e o Novo Testamentos.

Facebook Comments

Livros recomendados

Curar-se Para Ser FelizOs Mártires de HojeO Fundador do Opus Dei – 3 Vols.