No Natal, a glória do Céu manifesta-se na debilidade de um Menino; a circuncisão de Jesus é sinal da pertença ao povo hebraico e prefiguração do nosso Batismo; a Epifania é a manifestação do Rei-Messias de Israel a todas as gentes; na sua apresentação no templo, em Simeão e Ana é toda a esperança de Israel que vem ao encontro do seu Salvador; a fuga para o Egito e a matança dos inocentes anunciam que toda a vida de Cristo estará sob o sinal da perseguição; o seu regresso do Egito recorda o Êxodo e apresenta Jesus como o novo Moisés: Ele é o verdadeiro e definitivo libertador.

Facebook Comments

Livros recomendados

Dom Bosco MísticoPara Vencer o Medo e Derrotar o DragãoO Fundador do Opus Dei – 3 Vols.