Apologética Escatologia Graça - Justificação - Pecado

Temos garantia de salvação?

Written by Veritatis Splendor

Vamos começar a revisão deste tópico definindo o que queremos dizer quando falamos de “redenção” e “salvação”.

Cristo nos redimiu através de sua encarnação, vida, paixão, morte e ressurreição, em total obediência à vontade de seu Pai. Por causa da sua ação redentora, nós agora temos a oportunidade de chegar ao Céu. A salvação, por outro lado, diz respeito a cada pessoa e seu relacionamento com Deus, e como essas pessoas, como indivíduos, realmente chegam ao Céu.

A visão não-católica de salvação diz que uma vez tendo aceito a Cristo como seu salvador pessoal, a salvação deste indivíduo está garantida. Esta visão proviria de várias citações das Escrituras, entre elas João 3,3; Hebreus 9,12 e Romanos 5,15. Geralmente, a crença aqui é: após aceitarmos a Cristo, não importa quão bons ou maus somos: não podemos mais perder a nossa salvação.

Embora nenhum desses versículos se refira especificamente à FÉ SOMENTE [Sola Fides], Romanos 3,28 geralmente é empregado para apoiar essa crença, uma vez que afirma que uma pessoa é justificada pela fé sem as obras da Lei. É possível que alguém seja levado a essa conclusão observando SOMENTE essas citações escriturísticas E ainda abordando as Escrituras com a ideia preconcebida de que todas as práticas e tradições católicas são desnecessárias. Mas, como já falamos anteriormente, toda a Bíblia é inspirada e, portanto, não podemos reconhecer SOMENTE aqueles versículos que atendem a nossa necessidade específica.

São Paulo, em Romanos 3,28, estava se referindo às obras peculiares da antiga Lei judaica, por exemplo, a circuncisão em Romanos 3,30-31. Mas quando os católicos se referem às obras, estas significam obras de caridade e amor.

Compreendendo que a Bíblia inteira é inspirada, precisamos olhar apenas para os muitos outros versículos das Escrituras em que a doutrina da “Fé Somente” é especificamente apontada como inválida. Por exemplo, você pode consultar Efésios 2,10; 1Timóteo 6,18; Tito 2,7; Tiago 2,14-26; Apocalipse 2,5.23.26; ​​20,12, onde as obras [no sentido católico] são identificadas como “chave” para a nossa salvação.

Por fim, podemos olhar Mateus 25,32-46, onde o próprio Senhor aponta especificamente a necessidade de realizarmos boas obras. Quem realizar boas obras durante a vida será salvo; quem não as realizar, não. O estudo dessas Escrituras com mente e coração abertos só pode nos levar à conclusão de que fé E boas obras são necessárias para a salvação, não a mera “fé somente”.

Facebook Comments

Livros recomendados

Suma Contra os GentiosUm Esboço da Sanidade – Pequeno Manual do DistributismoA Cruz de Cristo

About the author

Veritatis Splendor