Leitor deseja ser identificado.

Li uma matéria escrita pelo Autor: Rogério Amaral Silva e quero dizer que gostei muito dos seus argumentos, principalmente aqueles que justificariam o “Não” no referendo. Porém, fiquei com uma dúvida política: O mensalão é algo que não é uma novidade do PT, nem do atual governo. A mídia realmente precisa ter liberdade, mas isso muitas vezes é confundida com apoiar o que não presta para uma família digna, como o sexo desregrado, famílias destruídas e tantos outros temas, principalmente em novelas, que apesar de a Doutrina não proibir, basta ter um pouco de bom senso para perceber que trata-se de veneno embrulhado em papel de presente. Pode-se-ia comparar o atual governo com o anterior, pois muitos erros são semelhantes. Então não entendi porque este governo é comunista, marxista e tanta coisa ruim, se o anterior era de direita e fazia muita coisa parecida. E os anteriores não se mostraram tão eficientes também. O armamento mesmo ficou quase no final do texto que o referido autor comentou. Mesmo assim gostei do argumento, embora não tenha entendido o que citei acima.

Deus nos abençoe!

 

Caro irmão William,

Salve Maria

 

Primeiramente, peço desculpas pela imensa demora em te responder, estive com problemas de saúde, fique internado num hospital e mais um tempo acamado para me recuperar, mas agora já estou melhor.

Na sua carta pude observar um pequeno detalhe o qual considero que você deveria rever.

Por exemplo, quando você diz que o PSDB é um partido de direita. William, respondo a você que o governo anterior (entenda-se oito anos de era Fernando Henrique Cardoso) não era de direita como você afirmou. Basta estudar a origem do Partido Social-Democrata Brasileiro, PSDB e a Social Democracia no mundo.

Mas quando digo estudar, William, não quero dizer que você deva analisar os slogans dessas ideologias propagados em comícios eleitorais, por que, se dependesse do marketing das mesmas, o mundo seria um paraíso, afinal, todas elas se afirmam como a redenção da humanidade através de uma oratória semelhante à de um vendedor que bate à porta de nossas casas.

O próprio Adolf Hitler possuía uma oratória e uma postura que comovia multidões, Hitler se auto proclamava o ?Servidor Possuído? o que levava a massa ao ?delírio?, tanto é que esse louco insano (não pude evitar a redundância) subiu ao poder na Alemanha por eleições. Isso mesmo, Hitler foi eleito democraticamente e a devoção de grande parte do povo alemão a ele comprovava isso (Recomendo que assista ao filme ?A queda ? as últimas horas de Hitler?, baseado nas declarações da secretária de Adolf Hitler, falecida recentemente).

Todos eles, Napoleão Bonaparte, Josef Stálin, Robespierre usavam de seu carisma para convencer as massas. Infelizmente irei utilizar o termo massa no lugar da palavra povo, porque, como dizia Nelson Rodrigues: ?A unanimidade é burra?. E é nesse ponto que eu lhe chamo a atenção: cuidado com a opinião da unanimidade, fique com ?um pé atrás?, desconfie antes de aceitar a opinião democrática, pode até ser que em determinado ponto a unanimidade esteja certa, mas esqueça a idéia de que somente a idéia democrática é válida. Eu, por exemplo, por adotar essa postura, sou duramente criticado no meio onde vivo devido a minhas opiniões, principalmente pela Fé católica que demonstro acima de tudo, isso apenas demonstra a quão contraditória e hipócrita é a modernidade, afinal, colocam a liberdade de expressão acima de qualquer outro bem, mas quando divergimos nas opiniões, e você sabe que um autêntico católico defensor da fé necessariamente diverge dos erros do mundo atual, somos condenados ao ostracismo.

É preciso questionar as conclusões da unanimidade, pois, esta se encontra nas rédeas de uma mídia e de uma classe de intelectuais (me refiro aos mais exaltados pelos grandes meios de comunicação) tendencialistas, parciais, inescrupulosas e o que é pior: descompromissados com a verdade, mas sim com suas ideologias. Veja que para a ?Mass-Midia? o politicamente correto é defender o pensamento esquerdista e seus principais expoentes. O controle da mídia é algo estratégico, principalmente na modernidade, onde a televisão se transformou no centro das atenções na maioria dos lares, o próprio Hitler elevou o órgão oficial de propaganda do governo alemão ao status de Ministério de Informação e Propaganda, dirigido à época por Joseph Goebbels.

O PSDB pertence à Internacional Socialista, assim como o falecido Leonel Brizolla. Trata-se de um partido novo na história política do Brasil, ele é formado por dissidentes do PMDB, que desejavam um partido de intelectuais, no entanto, ser intelectual, na época sua fundação em 1988, era a mesma coisa que ser comunista. E essa idéia perdura até hoje, veja que nas eleições presidenciais, os candidatos procuram se mostrar o mais esquerdista possível, como se ser politicamente correto fosse se mostrar como um ?pobre coitadinho? exilado durante a ?ditadura? militar. No entanto, as gerações mais novas, que não viveram o período compreendido entre 31 de março de 1964 e 15 de março de 1985 são privadas de informações importantes para fazer um julgamento mais preciso sobre esse período, veja que mesmo nas escolas e nos jornais, o governo militar é chamado de ditadura militar, no entanto, você já teve a oportunidade de ler alguma obra daqueles que fizeram a contra-revolução de 1964 para formar a sua opinião? Será que os comunistas são ?bonzinhos? assim como os meios de comunicação em geral apregoam? Você sabe o que foi a Intentona Comunista de 1935? Clique em http://www.ternuma.com.br/intentona053.htm, em http://www.ternuma.com.br/memo35.htm e veja como foi a maior guerra civil brasileira pela instalação do comunismo. Você sabe o que foi a Marcha pela Família por Deus e pela Liberdade? Clique em http://www1.folha.uol.com.br/folha/almanaque/brasil_20mar1964.htm e leia uma interessante reportagem sobre o apoio do povo aos militares. William, sugiro que diante dessas perguntas você procure uma literatura não divulgada pela ?Mass-Midia? para ver opiniões diferentes. O site que te indiquei, o TERNUMA, divulga excelente obras sobre a ação dos comunistas no Brasil, clique em http://www.ternuma.com.br/bibliografia.htm e veja algumas obras, das quais duas já li e recomendo que você leia, porque as mesmas contam, de forma abrangente e também sucinta a história do Brasil do período de 1922, ano da fundação do Partido Comunista Brasileiro à presente década. Os livros mostram os crimes cometidos por personagens da atual política brasileira em nome do marxismo, desde assaltos a bancos, atentados terroristas, até seqüestros e homicídos.

O primeiro livro se intitula ?A Grande Verdade? de autoria do Cel. EB Aluísio Madruga de Moura e Souza da ênfase à guerrilha do Araguaia e tem uma grande vantagem: o livro foi escrito por quem esteve lá, o Cel. Aluísio Madruga de Moura e Souza esteve na região dos combates quando era Capitão, clique em http://www.ternuma.com.br/madruga.htm e veja mais informações sobre o livro.

A segunda obra tem o título parecido com a primeira: ?A grande mentira? do Gal. Agnaldo Augusto del Nero, este já comandou órgão de inteligência do exército, também excelente, vá na Biblioteca do Exército no endereço http://www.bibliex.com.br/principal/livraria_online/index.html, coloque o nome da obra no campo ?busca de livros? para obter mais informações.

Voltando ao assunto, observe o expoente do PSDB, o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso, se você estudar os inspiradores do pensamento ?FHCiano?, encontrará, logo de cara, Karl Marx e Friedrich Engels, os pais do comunismo, sem contar outros pensadores como Max Weber e Norberto Bobbio, filósofos oriundos do liberalismo da Revolução Francesa de 1789 que foi o acontecimento precursor do marxismo (não se esqueça do lema Liberdade, IGUALDADE e Fraternidade). Você também encontrará o italiano Antônio Gramsci, teórico da Revolução Cultural, que também inspirou (direta ou indiretamente) as heresias de Leonardo Boff reunidas na Teologia da Libertação, heresia condenada pelo então Cardeal Josef Ratzinger, Prefeito para a Congregação da Doutrina da Fé, agora S. S. Papa Bento XVI.

Chamo-lhe a atenção para Antônio Gramsci e a sua revolução cultural, esta é usada pela atual esquerda como método para se alcançar o comunismo, ela consiste em destruir na mentalidade do povo todos os valores morais que impedem implantação deste regime que assola o povo cubano, nestes se incluem a estabilidade da Família, o respeito à toda forma de hierarquia, seja na família, na escola, no trabalho ou no país, a propriedade privada, as riquezas e a livre-iniciativa, assim o povo é levado a abandonar todos esses valores, e como a Santa Madre Igreja Católica é a principal fonte destes, o comunismo considera a Igreja fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo a inimiga a ser combatida.

Note que quando falei da revolução cultural não citei a luta armada; o que quis dizer com isso é que os comunistas não desejam impor pelas armas o marxismo como fizeram em Cuba, na URSS, na China e em tanto países como na África, na Ásia e na América Central (Clique em http://www.lepanto.com.br/EstComunis.html e http://www.jornaldamidia.com.br/noticias/2003/11/Ucranianos_lembram_70_anos_da_.shtml e veja o que essa ideologia fez pelo mundo). A luta armada não foi totalmente abandonada, pois ainda há focos da mesma, como por exemplo, as FARCs e o MST, mas o que predomina é um esquema de guerra psicológica a qual transforma mentiras em verdades arrastando a população para as máximas socialistas e quando se derem conta do enorme prejuízo, infelizmente já estaremos num regime semelhante à Ditadura de Fidel Castro.

William, em suma, a diferença entre PT e PSDB é apenas a velocidade da esquerdização do país: o PT, antes de assumir a Presidência era um partido tão radical assim como o recém-fundado PSOL da Senadora Heloísa Helena, mas agora está moderado, quase como o próprio PSDB, no entanto, assim como este último se mostram ao povo como centristas, mas a marcha para o comunismo não pára.

Nós do Apostolado Veritatis Splendor agradecemos por sua carta e nos colocamos desde já para esclarecimento de dúvidas.

 

Sem mais, despeço-me.

Rogério A. Silva ? Veritatis Splendor

 

Que Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, nos livre da maldição do comunismo.

São Pio X, rogai por nós.

São Padre Pio de Pietrelcina, rogai por nós.

Facebook Comments

Livros recomendados

Do outro lado do rio, entre as árvoresAngústiaEspiritismo e fé