[Leitor autorizou a publicação de seu nome no site] Nome do leitor: Flávia Cristeli Lanza
Cidade/UF: Sete Lagoas
Religião: Católica

Mensagem
========

Boa Noite,

Gostaria de esclarecimentos sobre o Evangelho de João 3, 31 – 36.

Desde já, agradeço.

Atenciosamente,
Flávia

Prezada irmã Flávia,

A paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

Obrigado por nos escrever.

A passagem sobre a qual a irmã solicita esclarecimentos não é das mais difíceis da Sagrada Escritura, razão pela qual não há muito a esclarecer. A passagem é a seguinte (Bíblia de Jerusalém):

31 Aquele que vem do alto
está acima de todos;
o que é da terra
é terrestre e fala como terrestre.
Aquele que vem do céu
32 dá testemunho do que viu e ouviu,
mas ninguém acolhe seu testemunho.
33 Quem acolhe seu testemunho
certifica que Deus é verdadeiro.
34 Com efeito, aquele que Deus enviou
fala as palavras de Deus,
pois ele dá o Espírito sem medida.
35 O Pai ama o Filho
e tudo entregou em sua mão.
36 Quem crê no Filho tem a vida eterna.
Quem recusa crer no FIlho não verá a vida.
Pelo contrário, a ira de Deus permanece sobre ele.

Nosso Senhor Jesus Cristo está falando sobre Si próprio. Ele veio do alto (v. 31a), isto é, o Deus Filho encarnou-Se, assumindo a forma humana. Ao contrário dos meramente humanos, cujo conhecimento é restrito às limitações da mente e da linguagem humanas (v. 31b), Cristo falava das coisas divinas (v. 32) e com uma linguagem divina (v. 34). Na Bíblia traduzida da Vulgata pelo Pe. Matos Soares, encontramos a seguinte nota sobre o versículo 32: “Jesus ensina mistérios que viu nas suas íntimas relações com o Pai.” Sobre o versículo 33, o mesmo Pe. Matos Soares comenta que aquele que acolhe o seu testemunho (isto é, de Cristo) certifica que Deus é verdadeiro “porque aceita a palavra do seu Enviado”. Com relação ao versículo 35, encontramos o seguinte comentário na Bíblia de Jerusalém: “Por vontade do Pai, tudo está ‘nas mãos’, no poder do Filho (3,35; 10,28.29; 13,3; 17,2; cf. 6,37-39; Mt 11,27; 28,18); é esse o fundamento de sua realeza (12,13-15; 18,36-37), que ele inaugurará no dia de sua ‘exaltação’ (12,32; 19,19; At. 2,33; Ef 4,8), ao passo que o reino do príncipe deste mundo terminará (12,31).” Quanto ao versículo 36, seu sentido é bastante claro.

Seguem, abaixo, referências para cada um dois seis versículos acima, extraídas da Bíblia de Jerusalém. Tratam-se de outras passagens bíblicas que se relacionam com esses versículos, esclarecendo-lhes o sentido e/ou complementando-os:

versículo 31: Jo 8,23; I Jo 4,5
versículo 32: Jo 3,11
versículo 33: I Jo 5,10; Jo 7,28; 8,26
versículo 34: Jo 1,1; 3,11; 1,32
versículo 35: Jo 5,20
versículo 36: Ef 5,6; Mt 3,7

Segue ainda um comentário sobre essa mesma passagem extraído da Bíblia Edição Pastoral, da Ed. Paulus, que também pode ser útil: “Jesus veio de junto do Pai, e só ele revela o verdadeiro Deus que dá vida aos homens. Quem não aceita o testemunho de Jesus, acaba servindo a ídolos do mundo e correndo para a morte.”

Em Cristo,

Marcos M. Grillo

Facebook Comments

Livros recomendados

Os Mártires de HojeO Segredo de Maria (Cléofas)Os anjos na vida dos santos