Em princípio, foi seu irmão Jônatas, que reuniou o poder temporal à sua autoridade espiritual de sumo-sacerdote (cf. 1Macabeus 10,20.65). Jônatas foi sucedido por seu irmão Simão, que se tornou célebre por seu valor e virtude, o primeiro a dominar total e pacificamente toda a Judeia após o retorno da Babilônia. Simão foi morto à traição durante uma festividade (cf. 1Macabeus 13; 14; 15; 16), sendo sucedido por seu filho João Hircano (cf. 1Macabeus 16). Este, foi sucedido por Judas Aristóbulo, o primeiro que fez ostentar o título de “Rei dos Judeus”. Este, por sua vez, foi sucedido por Alexandre Janeu, que teve dois filhos com sua mulher Alexandra, Hircano e Aristóbulo. Falecendo Alexandre, sua esposa tornou-se “Rainha dos Judeus”, conferindo ela a dignidade do sacerdócio e a coroa a Hircano. Falecendo a rainha, Aristóbulo declarou guerra contra o seu irmão Hircano e lhe arrematou o Reino.

Facebook Comments

Livros recomendados

Tibieza e os dons do Espírito SantoDevocionário à Divina Misericórdia –  Vol. IIDom Bosco Místico